O Brasil apoiou a “Declaração sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial”, proclamada pela Assembléia das Nações Unidas em 1963, e assinou, em 1965, a “Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial”, ratificada em 1968.

Observando o artigo II da Declaração Universal dos Direitos Humanos, lemos que “Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidas nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, religião, opinião política ou de qualquer outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento ou qualquer outra condição”, no entanto, nos perguntamos: Como estamos vivendo as convenções contidas nestes documentos?

A dimensão da cultura afro-brasileira é herança inalienável que marca profundamente, e com intenso dinamismo, a formação da sociedade brasileira. Refletir sobre as ações afirmativas que se mostram urgentes é nossa proposta enquanto um Centro que valoriza e promove o diálogo entre as diferenças, propondo-se a pensar as questões quem envolvem a valorização da população negra e mestiça e a herança cultural africana no evento Direitos Humanos Identidade e Questões Étnicas. 

Palestrantes:

Prof. Ivanir dos Santos – (Secretário-executivo do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas – CEAP)

Giovana Xavier da Conceição Côrtes (Doutoranda em História na UNICAMP)

Kátia Santos (Doutora em Literatura Brasileira pela Universidade da Geórgia)

Antônio Pitanga (Ator) a confirmar

http://www.puc-rio.br/centroloyola

Serviço:

Direitos Humanos, Identidade e Questões Étnicas

Dia: 12 de novembro

Hora: 14h às 17h

Local: Salão da Pastoral Anchieta / PUC-Rio (Rua Marques de São
Vicente, nº 225 – Gávea)

A entrada é franca. Mais informações pelo e-mail: sculturaloyola@puc-rio.br mailto:sculturaloyola@puc-rio.br ou pelo site www.puc-rio.br/centroloyola

Fonte: Rede 3setor em nome de Joice Bittencourt

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here